LEIA A BÍBLIA

ORATÓRIO

ORATÓRIO
Acenda uma vela

SIGA-NOS

twitter

MARCADORES

RIODEJANEIRO SANTOS NOTÍCIAS VATICANO ARTIGOS LONDRINA VICENTINOS FAMÍLIA JMJ MEMÓRIA BEATIFICAÇÃO HOMILIAS ECUMENISMO Formação POLÍTICA SAÚDE MÚSICOS CNBB ECONOMIA Pe.REGINALDO CINEMA CAMPANHAS EUA ESPIRITUALIDADE MINASGERAIS PASTORAIS SÃOPAULO ABORTO CANÇÃONOVA LIVROS ORAÇÕES CURITIBA JUVENTUDE MARINGÁ MISSÕES POLÍCIA PORTUGAL EXORCISMO COMUNICAÇÃO MULHER Testemunho Entrevista INTERNACIONAL JUNDIAÍ VOCAÇÕES MUDABRASIL FUTEBOL MENSAGENS Pe.ZEZINHO UNIVERSITÁRIOS DireitosHumanos EUCARISTIA APOLOGÉTICA DENÚNCIA TEOLOGIA HUMOR INTERNET MILAGRES BÍBLIA ECOLOGIA CANONIZAÇÃO CASAMENTOS NAMORO APARECIDA EDUCAÇÃO MOVIMENTOS PASTCRIANÇA ANCHIETA CIMI CIÊNCIA CORRUPÇÃO ESPORTE POESIAS Rio+20 SALVADOR SANTAMARIA TURISMO VATICANOII APOSENTADOS CRIANÇAS FINADOS INFANTIL IRMÃDULCE PALOTINOS ADVOCACIA AGRICULTURA CARNAVAL EVANGELIZAÇÃO PORTOALEGRE PSICOLOGIA TEATRO AMAZONAS BENFEITORES BRASÍLIA COMEMORAÇÕES CRÔNICAS DEMOCRACIA DIREITOS DOCUMENTÁRIO FOCOLARES FORTALEZA MEIOAMBIENTE MUTICOM PARANAGUÁ PUBLICIDADE QUARESMA SEXUALIDADE XAVERIANOS ÁFRICA ÁGUAS ANÔNIMOS APUCARANA CAMPINAS COMUNICADOS CONFISSÃO CristoRedentor CÁRITAS DEFICIENTES DEPRESSÃO FLORIANÓPOLIS FOTODIGITAL INGLATERRA OpusDei PARAGUAI POBREZA SANTOANTÔNIO TERRORISMO ANIVERSÁRIO APARIÇÕES ARGENTINA CEBs CIDADANIA CLARETIANOS IDOSOS ISLAMISMO JERUSALÉM JOÃOPAULOII JUSTIÇA LITERATURA MANAUS PARANÁ PARÓQUIAS PAULINAS PENSAMENTOS REDEVIDA RESSURREIÇÃO SANTUÁRIOS SOLIDARIEDADE UMUARAMA  NOTÍCIAS ADOÇÃO ATEÍSMO AUTOESTIMA BAIXOCLERO CANTORES CATEQUESE COOPERATIVISMO CORPUSCHRISTI CÉLULAS DOCUMENTOS DOUTRINASOCIAL ESCÂNDALO ESTATÍSTICA FILOSOFIA GASTRONOMIA GotasBíblicas MARISTAS MEDITAÇÃO MESTERS MIGRANTES MOTIVAÇÃO MÉXICO NSGUADALUPE PECADO PEDOFILIA PadreChrystian RELIGIOSOS RENOVAÇÃO SUDÁRIO SãoFreiGalvão TABAGISMO TERRASANTA UNIDADE VIOLÊNCIA BEATIFICAÇÃO ACONSELHAMENTO ADORAÇÃO ANTICRISTO APAEs APOSTAS APOSTASIA ARMÊNIA AUTOCURA AVAAZ BATIZADOS BEAGÁ BIOGRAFIAS CHILE CHINA CIRCO COLÔMBIA CONSAGRAÇÃO CONVERSÃO CÍRCULOS DEBATE DEMOGRAFIA EMPRESAS ESPANHA EUROPA EVANGELISMO Especial FOZDOIGUAÇU FREIBETTO FREIDAMIÃO FRUTAS FÁTIMA GOIÂNIA GREVE GruposBíblicos HOMENAGENS IDEIAS IMPEACHMENT JESUITAS JOINVILLE LITURGIA LOURDES MARANHÃO MATOGROSSO MISERICÓRDIA MSM NÔMADES OAnônimo ONGs P.CARCERÁRIA PADROEIRA PATERNIDADE PAULOFREIRE PERFIL PERNAMBUCO PETRÓPOLIS PHN PIAUÍ POLIGAMIA PORNOGRAFIA PPI PROFISSÕES PROMESSAS PROSPERIDADE Pe.FÁBIOdeMELO Pe.PauloRicardo Prof.MARINS REDEGLOBO RELÍQUIAS RONDÔNIA RUSSIA SACRILÉGIO SANTACATARINA SANTAMISSA SANTAPAULINA SANTOANDRÉ SEGURANÇA SOBRIEDADE SOROCABA SÍNODO Século21 TAUBATÉ TECNOLOGIA TERCEIROSETOR TURQUIA UNESCO VIDANIMAL ZUMBI

Vaticano aprova associação que promove devoção aos santos anjos


VATICANO, (ACI) - A Congregação para a Doutrina da Fé anunciou a aprovação da associação Opus Sanctorum Angelorum (Obra dos Santos Anjos), 30 anos depois de iniciar uma investigação sobre o grupo e superar a controvérsia sobre seus ensinamentos originais.

Ao informar sobre a aprovação, o Vaticano também advertiu que alguns dos ex-membros do grupo difundem visões erradas sobre os anjos que distam do catolicismo.

Em uma carta enviada aos bispos do mundo e difundida no dia 4 de novembro, a Congregação explica que a associação fundada pela austríaca Gabriele Bitterlich foi finalmente aprovada no nível pontifício.

A Santa Sé começou suas investigações sobre o grupo em 1978, pouco depois da morte de Bitterlich, quando alguns de seus seguidores, incluindo sacerdotes e religiosas, começaram a divulgar teorias sensacionalistas sobre uma "guerra espiritual" entre anjos e demônios apoiadas nas visões da fundadora.
Um funcionário do Vaticano, que conhece a situação do Opus Angelorum e que pediu para não ser identificado, assinalou à ACI que os problemas que persistem sobre o grupo estão relacionadas com alguns ex-membros, incluindo alguns ex-sacerdotes, que seguem as controvertidas práticas originais de Bitterlich, que se referia aos anjos com nomes que supostamente foram-lhe revelados e recebia a comunhão várias vezes em um só dia.

Na carta de 4 de novembro, a CDF alerta os bispos sobre estes ex-membros e sua perigosa difusão, "que se encontra fora do controle eclesiástico" fazendo-se "de modo extremamente discreto e como se estivesse em plena comunhão com a Igreja Católica. Portanto, a Congregação para a Doutrina da Fé convida os ordinários (bispos) a vigiar tais atividades nocivas para a comunhão eclesiástica, e proibi-las caso tenham lugar em sua diocese".

Os membros do Opus Angelorum que não aceitaram as disposições da Santa Sé foram expulsos da associação. Dessa forma, explica a fonte, os problemas foram "totalmente eliminados" e as incongruências com o ensino da Igreja deixaram de ocorrer.

Por sua parte o sacerdote Paul Haffner, teólogo da Universidade Regina Apostolorum de Roma e que estudou o Opus Angelorum, explicou que não há nada de mal em venerar aos anjos. Os problemas se dão quando esta veneração passa à adoração.

"A adoração deve ter sempre por sujeito a Cristo, enquanto que a devoção aos anjos deve limitar-se à reverência", explica. A Igreja, acrescenta, vê como algo "muito positivo venerar os anjos" mas não aprova o uso de nomes distintos aos que aparecem especificamente expressos na Bíblia.

A carta da CDF precisa finalmente que na atualidade, o Opus Angelorum, em comunhão com a Igreja, "difunde entre os fiéis a devoção aos santos anjos, exorta a rezar pelos sacerdotes e promove o amor pela Paixão de Cristo e sua união a ela. Não existe portanto nenhum obstáculo de ordem doutrinal ou disciplinar que impeça os ordinários locais de acolher em sua diocese esta associação e favorecer seu crescimento".

No Brasil a obra está presente em Guaratinguetá e Anápolis.

0 comentários:

SUPLEMENTO

Edição 47