LEIA A BÍBLIA

ORATÓRIO

ORATÓRIO
Acenda uma vela

SIGA-NOS

twitter

MARCADORES

RIODEJANEIRO SANTOS NOTÍCIAS VATICANO ARTIGOS LONDRINA VICENTINOS FAMÍLIA JMJ MEMÓRIA BEATIFICAÇÃO HOMILIAS ECUMENISMO Formação POLÍTICA SAÚDE MÚSICOS CNBB ECONOMIA Pe.REGINALDO CINEMA CAMPANHAS EUA ESPIRITUALIDADE MINASGERAIS PASTORAIS SÃOPAULO ABORTO CANÇÃONOVA LIVROS ORAÇÕES CURITIBA JUVENTUDE MARINGÁ MISSÕES POLÍCIA PORTUGAL EXORCISMO COMUNICAÇÃO MULHER Testemunho Entrevista INTERNACIONAL JUNDIAÍ VOCAÇÕES MUDABRASIL FUTEBOL MENSAGENS Pe.ZEZINHO UNIVERSITÁRIOS DireitosHumanos EUCARISTIA APOLOGÉTICA DENÚNCIA TEOLOGIA HUMOR INTERNET MILAGRES BÍBLIA ECOLOGIA CANONIZAÇÃO CASAMENTOS NAMORO APARECIDA EDUCAÇÃO MOVIMENTOS PASTCRIANÇA ANCHIETA CIMI CIÊNCIA CORRUPÇÃO ESPORTE POESIAS Rio+20 SALVADOR SANTAMARIA TURISMO VATICANOII APOSENTADOS CRIANÇAS EVANGELIZAÇÃO FINADOS INFANTIL IRMÃDULCE PALOTINOS ADVOCACIA AGRICULTURA CARNAVAL PORTOALEGRE PSICOLOGIA TEATRO AMAZONAS BENFEITORES BRASÍLIA COMEMORAÇÕES CRÔNICAS DEMOCRACIA DIREITOS DOCUMENTÁRIO FOCOLARES FORTALEZA MEIOAMBIENTE MUTICOM PARANAGUÁ PUBLICIDADE QUARESMA SEXUALIDADE XAVERIANOS ÁFRICA ÁGUAS ANÔNIMOS APUCARANA CAMPINAS COMUNICADOS CONFISSÃO CristoRedentor CÁRITAS DEFICIENTES DEPRESSÃO FLORIANÓPOLIS FOTODIGITAL INGLATERRA OpusDei PARAGUAI POBREZA SANTOANTÔNIO TERRORISMO ANIVERSÁRIO APARIÇÕES ARGENTINA CEBs CIDADANIA CLARETIANOS IDOSOS ISLAMISMO JERUSALÉM JOÃOPAULOII JUSTIÇA LITERATURA MANAUS PARANÁ PARÓQUIAS PAULINAS PENSAMENTOS REDEVIDA RESSURREIÇÃO SANTUÁRIOS SOLIDARIEDADE UMUARAMA  NOTÍCIAS ADOÇÃO ATEÍSMO AUTOESTIMA BAIXOCLERO CANTORES CATEQUESE COOPERATIVISMO CORPUSCHRISTI CÉLULAS DOCUMENTOS DOUTRINASOCIAL ESCÂNDALO ESTATÍSTICA FILOSOFIA GASTRONOMIA GotasBíblicas MARISTAS MEDITAÇÃO MESTERS MIGRANTES MOTIVAÇÃO MÉXICO NSGUADALUPE PECADO PEDOFILIA PadreChrystian RELIGIOSOS RENOVAÇÃO SUDÁRIO SãoFreiGalvão TABAGISMO TERRASANTA UNIDADE VIOLÊNCIA BEATIFICAÇÃO ACONSELHAMENTO ADORAÇÃO ANTICRISTO APAEs APOSTAS APOSTASIA ARMÊNIA AUTOCURA AVAAZ BATIZADOS BEAGÁ BIOGRAFIAS CHILE CHINA CIRCO COLÔMBIA CONSAGRAÇÃO CONVERSÃO CÍRCULOS DEBATE DEMOGRAFIA EMPRESAS ESPANHA EUROPA EVANGELISMO Especial FOZDOIGUAÇU FREIBETTO FREIDAMIÃO FRUTAS FÁTIMA GOIÂNIA GREVE GruposBíblicos HOMENAGENS IDEIAS IMPEACHMENT JESUITAS JOINVILLE LITURGIA LOURDES MARANHÃO MATOGROSSO MISERICÓRDIA MSM NÔMADES OAnônimo ONGs P.CARCERÁRIA PADROEIRA PATERNIDADE PAULOFREIRE PERFIL PERNAMBUCO PETRÓPOLIS PHN PIAUÍ POLIGAMIA PORNOGRAFIA PPI PROFISSÕES PROMESSAS PROSPERIDADE Pe.FÁBIOdeMELO Pe.PauloRicardo Prof.MARINS REDEGLOBO RELÍQUIAS RONDÔNIA RUSSIA SACRILÉGIO SANTACATARINA SANTAMISSA SANTAPAULINA SANTOANDRÉ SEGURANÇA SOBRIEDADE SOROCABA SÍNODO Século21 TAUBATÉ TECNOLOGIA TERCEIROSETOR TURQUIA UNESCO VIDANIMAL ZUMBI

Para roubar um caixa eletrônico, basta teclado e um pen drive



Um homem foi preso em São Paulo após sacar R$ 87.500 de um caixa eletrônico

São Paulo, Felipe Ventura/Gizmodo - Na noite de segunda-feira, 3, um homem foi preso em São Paulo após sacar R$ 87.500 de um caixa eletrônico. O dinheiro, obviamente, não era dele. Semana passada, aconteceu um caso semelhante: dois homens foram presos após sacarem R$ 7.000 de um caixa eletrônico em Taquaritinga (SP).
O elo em comum entre os dois casos: eles usavam apenas um teclado e um pendrive para roubarem o dinheiro. Nada de armas, nem explosivos, nem “chupa-cabra”.

       À medida que a segurança física dos caixas eletrônicos aumenta, os bandidos procuram outras formas de invadi-los. Não adianta explodir o caixa, pois ele mancha as cédulas de rosa – e ninguém vai aceitá-las. Arrancar o caixa para desmontá-lo em outro lugar também é complicado: eles são posicionados em locais visíveis, e as empresas estão investindo em cofres mais resistentes dentro desses caixas.

       Por isso, as falhas de software começam a ganhar mais importância. Em 2010, o pesquisador de segurança Barnaby Jack já mostrava como é possível transformar caixas eletrônicos em máquinas caça-níqueis – e em Las Vegas, não menos. Alguns exigem acesso ao hardware, outros podem ser controlados via acesso remoto, mas com o software certo é possível controlá-las.

       Segundo a Agência Estado, o assalto em São Paulo ocorreu da seguinte forma: o criminoso inseriu o pendrive em uma entrada USB (onde fica a câmera da segurança da máquina); e o controlou através de um teclado dobrável de notebook. Um dos policiais diz que o criminoso reiniciou a máquina e digitou os valores das notas que queria sacar: “primeiro as de cem, depois as de cinquenta e assim por diante”. Ele recebia as instruções de um comparsa através do celular.

       Mas a ganância acabou condenando o suspeito: ele demorou muito no caixa, então a central de monitoramento que faz a segurança da agência acionou a polícia. O homem foi autuado em flagrante por furto qualificado.

       O outro caso é bem semelhante. Segundo o G1, dois homens em Taquaritinga inseriram um pendrive no caixa eletrônico, “com um programa que permitia a eles acessar o banco de dados das máquinas”. Conectando um teclado ao caixa, era só digitar a quantia a sacar, e o dinheiro era liberado.

       Um morador viu o que acontecia e chamou a Polícia Militar. Com a dupla, foram apreendidos R$ 7.000, um alicate, cinco celulares, um fone de ouvido, um teclado e um pen drive. Eles foram levados para a cadeia de São Carlos (SP).

       À medida que estes casos se multiplicam, os bancos terão que prestar mais atenção ao software dos caixas eletrônicos – que, muitas vezes, é um Windows XP com um pouco mais de segurança (versão Embedded), e que pode ser acessado por USB. Os roubos a caixas eletrônicos prometem se tornar cada vez mais digitais.

0 comentários:

SUPLEMENTO

Edição 47