LEIA A BÍBLIA

ORATÓRIO

ORATÓRIO
Acenda uma vela

SIGA-NOS

twitter

MARCADORES

RIODEJANEIRO SANTOS NOTÍCIAS VATICANO ARTIGOS LONDRINA VICENTINOS FAMÍLIA JMJ MEMÓRIA BEATIFICAÇÃO HOMILIAS ECUMENISMO Formação POLÍTICA SAÚDE MÚSICOS CNBB ECONOMIA Pe.REGINALDO CINEMA CAMPANHAS EUA ESPIRITUALIDADE MINASGERAIS PASTORAIS SÃOPAULO ABORTO CANÇÃONOVA LIVROS ORAÇÕES CURITIBA JUVENTUDE MARINGÁ MISSÕES POLÍCIA PORTUGAL EXORCISMO COMUNICAÇÃO MULHER Testemunho Entrevista INTERNACIONAL JUNDIAÍ VOCAÇÕES MUDABRASIL FUTEBOL MENSAGENS Pe.ZEZINHO UNIVERSITÁRIOS DireitosHumanos EUCARISTIA APOLOGÉTICA DENÚNCIA TEOLOGIA HUMOR INTERNET MILAGRES BÍBLIA ECOLOGIA CANONIZAÇÃO CASAMENTOS NAMORO APARECIDA EDUCAÇÃO MOVIMENTOS PASTCRIANÇA ANCHIETA CIMI CIÊNCIA CORRUPÇÃO ESPORTE POESIAS Rio+20 SALVADOR SANTAMARIA TURISMO VATICANOII APOSENTADOS CRIANÇAS EVANGELIZAÇÃO FINADOS INFANTIL IRMÃDULCE PALOTINOS ADVOCACIA AGRICULTURA CARNAVAL PORTOALEGRE PSICOLOGIA TEATRO AMAZONAS BENFEITORES BRASÍLIA COMEMORAÇÕES CRÔNICAS DEMOCRACIA DIREITOS DOCUMENTÁRIO FOCOLARES FORTALEZA MEIOAMBIENTE MUTICOM PARANAGUÁ PUBLICIDADE QUARESMA SEXUALIDADE XAVERIANOS ÁFRICA ÁGUAS ANÔNIMOS APUCARANA CAMPINAS COMUNICADOS CONFISSÃO CristoRedentor CÁRITAS DEFICIENTES DEPRESSÃO FLORIANÓPOLIS FOTODIGITAL INGLATERRA OpusDei PARAGUAI POBREZA SANTOANTÔNIO TERRORISMO ANIVERSÁRIO APARIÇÕES ARGENTINA CEBs CIDADANIA CLARETIANOS IDOSOS ISLAMISMO JERUSALÉM JOÃOPAULOII JUSTIÇA LITERATURA MANAUS PARANÁ PARÓQUIAS PAULINAS PENSAMENTOS REDEVIDA RESSURREIÇÃO SANTUÁRIOS SOLIDARIEDADE UMUARAMA  NOTÍCIAS ADOÇÃO ATEÍSMO AUTOESTIMA BAIXOCLERO CANTORES CATEQUESE COOPERATIVISMO CORPUSCHRISTI CÉLULAS DOCUMENTOS DOUTRINASOCIAL ESCÂNDALO ESTATÍSTICA FILOSOFIA GASTRONOMIA GotasBíblicas MARISTAS MEDITAÇÃO MESTERS MIGRANTES MOTIVAÇÃO MÉXICO NSGUADALUPE PECADO PEDOFILIA PadreChrystian RELIGIOSOS RENOVAÇÃO SUDÁRIO SãoFreiGalvão TABAGISMO TERRASANTA UNIDADE VIOLÊNCIA BEATIFICAÇÃO ACONSELHAMENTO ADORAÇÃO ANTICRISTO APAEs APOSTAS APOSTASIA ARMÊNIA AUTOCURA AVAAZ BATIZADOS BEAGÁ BIOGRAFIAS CHILE CHINA CIRCO COLÔMBIA CONSAGRAÇÃO CONVERSÃO CÍRCULOS DEBATE DEMOGRAFIA EMPRESAS ESPANHA EUROPA EVANGELISMO Especial FOZDOIGUAÇU FREIBETTO FREIDAMIÃO FRUTAS FÁTIMA GOIÂNIA GREVE GruposBíblicos HOMENAGENS IDEIAS IMPEACHMENT JESUITAS JOINVILLE LITURGIA LOURDES MARANHÃO MATOGROSSO MISERICÓRDIA MSM NÔMADES OAnônimo ONGs P.CARCERÁRIA PADROEIRA PATERNIDADE PAULOFREIRE PERFIL PERNAMBUCO PETRÓPOLIS PHN PIAUÍ POLIGAMIA PORNOGRAFIA PPI PROFISSÕES PROMESSAS PROSPERIDADE Pe.FÁBIOdeMELO Pe.PauloRicardo Prof.MARINS REDEGLOBO RELÍQUIAS RONDÔNIA RUSSIA SACRILÉGIO SANTACATARINA SANTAMISSA SANTAPAULINA SANTOANDRÉ SEGURANÇA SOBRIEDADE SOROCABA SÍNODO Século21 TAUBATÉ TECNOLOGIA TERCEIROSETOR TURQUIA UNESCO VIDANIMAL ZUMBI

Dom Alberto Etges, o exemplo de um testemunho fiel e heróico



Por Dom Canísio Klaus

       Na última terça feira dia 8 de janeiro, celebramos na Catedral São João Batista, juntamente com bispos, padres e fiéis da comunidade santa-cruzense, os 17 anos de falecimento deste que foi o primeiro bispo da diocese de Santa Cruz do Sul (RS). Ele a governou e pastoreou desde a sua criação em 1959 até 1986. Na celebração eucarística de aniversário de falecimento recordamos seu testemunho fiel e heróico na organização e condução da diocese.

       Mereceu destaque o seu lema episcopal, que inspirado na missão de São João Batista foi: “Parare Plebem  Perfectam”, ou seja; Preparar um Povo Perfeito.
       Para realizar este lema traçou muitos programas e projetos, alimentou muitos sonhos e esperanças, testemunhou muita fé. Quando falava da Juventude, da Família e da Paróquia assim se expressava; “Se conseguirmos estas três grandes coisas: que a juventude viva o seu ideal; que a família cristã atue plenamente a graça do matrimônio; e que a paróquia, miniatura da diocese, se constitua na verdadeira comunidade da família de Deus, firmaremos, sem dúvida, a cidade de Deus em bases sólidas, que seus muros não só resistirão aos assaltos do inimigo externo, mas ainda, o que é mais, garantirão o ambiente de todo propício para a verdadeira e total santificação dos filhos de Deus”.

       Juventude, família, paróquia, eis o trinômio de valores que, se bem atuados, não só garantirão a continuidade dos valores a nós legados por nossos ancestrais, mas ainda os levarão a um florescimento verdadeiramente digno do nome de cristãos. Juventude vivida na graça, família transformada em santuário, paróquia constituída em comunidade, em que todos são irmãos e se amam e se ajudam como tais, nada há que não possa ser envolvido pela graça e informado pelos valores cristãos. E isto é tudo, e isto é que nos basta. Santificada a vida, tudo estará santificado. A vida no quotidiano, a vida no simples, a vida no comum, a vida nas 24 horas do dia.

       Em toda a vida e missão episcopal, de Dom Alberto, sempre foi marcante sua preocupação, zelo e empenho pelas Vocações Sacerdotais e para isto, fundamentava seus sonhos e esperanças na unidade, no respeito e mútua colaboração do clero, fiéis e famílias. Construiu com a participação do povo diocesano o Seminário São João Batista de Linha Santa Cruz, ordenou muitos sacerdotes e seguidamente assim se manifestava: “Basta que nos unamos, principalmente entre nós do clero, bispo e sacerdotes, que somos os que carregamos a responsabilidade primeira da causa vocacional. Nós que somos o modelo do nosso rebanho. Clero santo, clero quanto possível numeroso, eis o primeiro requisito para estabelecermos o reino de Deus entre os homens. Estabelecê-lo e levá-lo ao seu verdadeiro florescimento. Por isto a obra das obras, em nossa diocese, diríamos, em toda a diocese, será a obra dos Seminários e a obra das vocações sacerdotais. Obra não só do clero, mas de toda a diocese, clero e fiéis, de modo especial, dos fiéis. Pois é das famílias, que vêm as vocações, das famílias é que vêm os recursos para a sustentação”.

       Celebrar os 17 anos de falecimento de Dom Alberto não é só lembrar sua morte, mas sim, e, sobretudo, celebrar sua vida seu lema e projetos. Ele morreu! Porém sua obra, seu testemunho de vida continuarão vivos no meio do povo, que o estima e honra com respeito e fidelidade, enquanto seguirem os princípios e valores cristãos que nos deixou como herança.

Dom Canísio Klaus
Bispo de Santa Cruz do Sul (RS)

0 comentários:

SUPLEMENTO

Edição 47