LEIA A BÍBLIA

ORATÓRIO

ORATÓRIO
Acenda uma vela

SIGA-NOS

twitter

MARCADORES

RIODEJANEIRO SANTOS NOTÍCIAS VATICANO ARTIGOS LONDRINA VICENTINOS FAMÍLIA JMJ MEMÓRIA BEATIFICAÇÃO HOMILIAS ECUMENISMO Formação POLÍTICA SAÚDE MÚSICOS CNBB ECONOMIA Pe.REGINALDO CINEMA CAMPANHAS EUA ESPIRITUALIDADE MINASGERAIS PASTORAIS SÃOPAULO ABORTO CANÇÃONOVA LIVROS ORAÇÕES CURITIBA JUVENTUDE MARINGÁ MISSÕES POLÍCIA PORTUGAL EXORCISMO COMUNICAÇÃO MULHER Testemunho Entrevista INTERNACIONAL JUNDIAÍ VOCAÇÕES MUDABRASIL FUTEBOL MENSAGENS Pe.ZEZINHO UNIVERSITÁRIOS DireitosHumanos EUCARISTIA APOLOGÉTICA DENÚNCIA TEOLOGIA HUMOR INTERNET MILAGRES BÍBLIA ECOLOGIA CANONIZAÇÃO NAMORO APARECIDA CASAMENTOS CORRUPÇÃO EDUCAÇÃO MOVIMENTOS PASTCRIANÇA ANCHIETA CIMI CIÊNCIA ESPORTE POESIAS Rio+20 SALVADOR SANTAMARIA TURISMO VATICANOII APOSENTADOS CRIANÇAS EVANGELIZAÇÃO FINADOS INFANTIL IRMÃDULCE PALOTINOS ADVOCACIA AGRICULTURA CARNAVAL PORTOALEGRE PSICOLOGIA TEATRO AMAZONAS BENFEITORES BRASÍLIA COMEMORAÇÕES COMUNICADOS CRÔNICAS DEMOCRACIA DIREITOS DOCUMENTÁRIO FOCOLARES FORTALEZA MEIOAMBIENTE MUTICOM PARANAGUÁ POBREZA PUBLICIDADE QUARESMA SEXUALIDADE XAVERIANOS ÁFRICA ÁGUAS ANÔNIMOS APUCARANA CAMPINAS CEBs CONFISSÃO CristoRedentor CÁRITAS DEFICIENTES DEPRESSÃO FLORIANÓPOLIS FOTODIGITAL INGLATERRA OpusDei PARAGUAI SANTOANTÔNIO SANTUÁRIOS TERRORISMO ANIVERSÁRIO APARIÇÕES ARGENTINA CIDADANIA CLARETIANOS IDOSOS ISLAMISMO JERUSALÉM JOÃOPAULOII JUSTIÇA LITERATURA MANAUS PARANÁ PARÓQUIAS PAULINAS PENSAMENTOS REDEVIDA RESSURREIÇÃO SOLIDARIEDADE UMUARAMA UNIDADE  NOTÍCIAS ADOÇÃO ATEÍSMO AUTOESTIMA BAIXOCLERO CANTORES CATEQUESE COOPERATIVISMO CORPUSCHRISTI CÉLULAS DOCUMENTOS DOUTRINASOCIAL ESCÂNDALO ESTATÍSTICA FILOSOFIA GASTRONOMIA GotasBíblicas HOMENAGENS MARISTAS MEDITAÇÃO MESTERS MIGRANTES MOTIVAÇÃO MÉXICO NSGUADALUPE PECADO PEDOFILIA PadreChrystian RELIGIOSOS RENOVAÇÃO SUDÁRIO SãoFreiGalvão TABAGISMO TERRASANTA VIOLÊNCIA BEATIFICAÇÃO ACONSELHAMENTO ADORAÇÃO ANTICRISTO APAEs APOSTAS APOSTASIA ARMÊNIA AUTOCURA AVAAZ BATIZADOS BEAGÁ BIOGRAFIAS CHILE CHINA CIRCO COLÔMBIA CONSAGRAÇÃO CONVERSÃO CÍRCULOS DEBATE DEMOGRAFIA EMPRESAS ESPANHA EUROPA EVANGELISMO Especial FOZDOIGUAÇU FREIBETTO FREIDAMIÃO FRUTAS FÁTIMA GOIÂNIA GREVE GruposBíblicos IDEIAS IMPEACHMENT JESUITAS JOINVILLE LITURGIA LOURDES MARANHÃO MATOGROSSO MISERICÓRDIA MSM NÔMADES OAnônimo ONGs P.CARCERÁRIA PADROEIRA PATERNIDADE PAULOFREIRE PERFIL PERNAMBUCO PETRÓPOLIS PHN PIAUÍ POLIGAMIA PORNOGRAFIA PPI PROFISSÕES PROMESSAS PROSPERIDADE Pe.FÁBIOdeMELO Pe.PauloRicardo Prof.MARINS REDEGLOBO RELÍQUIAS RONDÔNIA RUSSIA SACRILÉGIO SANTACATARINA SANTAMISSA SANTAPAULINA SANTOANDRÉ SEGURANÇA SOBRIEDADE SOROCABA SÍNODO Século21 TAUBATÉ TECNOLOGIA TERCEIROSETOR TURQUIA UNESCO VIDANIMAL ZUMBI

ONU: com a legalização da maconha Uruguai violou tratados internacionais


Foto: Foxtongue (CC BY-NC-SA 2.0)

Viena, ACI/EWTN Noticias.- A Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (JIFE), criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), considerou como sendo um ato irresponsável a recente legalização da venda de maconha no Uruguai, promovida pelo seu presidente, José Mujica, e advertiu que estão violando os tratados internacionais.
    Em um comunicado emitido ontem em Viena (Áustria), a JIFE advertiu que "a lei que legaliza a produção, venda e consumo de cannabis (maconha) para propósitos não médicos aprovada no Uruguai, transgride a Convenção Única sobre Entorpecentes de 1961, da qual o Uruguai é membro".

    Raymond Yans, presidente da JIFE, expressou a sua surpresa ao saber que "um governo que é um parceiro ativo na cooperação internacional e na manutenção do Estado de direito internacional, tenha decidido conscientemente romper as disposições legais universalmente estipuladas".

    Yans recordou que "o principal propósito da Convenção Única de 1961 é proteger a saúde e o bem-estar da humanidade".

    A maconha, assinalou, "está controlada sob a Convenção de 1961, que requer que os Estados membros limitem seu uso a fins médicos e científicos, devido ao seu potencial para causar dependência".

    "A decisão dos legisladores uruguaios não leva em consideração seus impactos negativos na saúde, já que os estudos científicos confirmam que a cannabis é uma substância viciante com graves consequências para a saúde das pessoas. Em particular, o uso e abuso de cannabis por parte dos jovens pode afetar gravemente seu desenvolvimento".

    A JIFE explicou que a maconha "não é apenas aditiva, mas também pode afetar algumas funções fundamentais do cérebro, como o potencial de coeficiente intelectual, o rendimento acadêmico e trabalhista e afetar as habilidades de direção".

    "Fumar cannabis é mais carcinogênico (produz câncer) que fumar tabaco", advertiu o organismo em seu comunicado.

    Raymond Yans expressou por isso a sua desaprovação porque "a evidência científica disponível, incluindo a apresentada aos comitês parlamentares pela comunidade científica do próprio Uruguai, não foi levada em consideração pelos legisladores".

    O suposto propósito expressado pelos legisladores, assim como pelo presidente José Mujica, de reduzir o crime com a legalização da maconha, advertiu Yans está "apoiado em supostos bastante precários e sem fundamento".

    A decisão promovida por Mujica, que também promoveu a legalização do aborto e do mal chamado "matrimônio" gay no Uruguai, "não protegerá os jovens, mas terá o efeito perverso de alentar a experimentação precoce, reduzindo a idade do primeiro uso e, portanto, contribuindo ao desenvolvimento de problemas e ao início mais cedo do vício e de outras desordens".

    Os diretores da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes lamentaram "que o Governo do Uruguai não tenha respondido à JIFE para começar um diálogo prévio a uma nova revisão da lei".

    "A JIFE reafirma o seu chamado ao Governo do Uruguai para colaborar com a Junta com uma visão de assegurar que o Uruguai continue respeitando e implementando os tratados dos quais é membro", finalizou o comunicado.

0 comentários:

SUPLEMENTO

Edição 47