LEIA A BÍBLIA

ORATÓRIO

ORATÓRIO
Acenda uma vela

SIGA-NOS

twitter

MARCADORES

RIODEJANEIRO SANTOS NOTÍCIAS VATICANO ARTIGOS LONDRINA VICENTINOS FAMÍLIA JMJ MEMÓRIA BEATIFICAÇÃO HOMILIAS ECUMENISMO Formação POLÍTICA SAÚDE MÚSICOS CNBB ECONOMIA Pe.REGINALDO CINEMA CAMPANHAS EUA ESPIRITUALIDADE MINASGERAIS PASTORAIS SÃOPAULO ABORTO CANÇÃONOVA LIVROS ORAÇÕES CURITIBA JUVENTUDE MARINGÁ MISSÕES POLÍCIA PORTUGAL EXORCISMO COMUNICAÇÃO MULHER Testemunho Entrevista INTERNACIONAL JUNDIAÍ VOCAÇÕES MUDABRASIL FUTEBOL MENSAGENS Pe.ZEZINHO UNIVERSITÁRIOS DireitosHumanos EUCARISTIA APOLOGÉTICA DENÚNCIA TEOLOGIA HUMOR INTERNET MILAGRES BÍBLIA ECOLOGIA CANONIZAÇÃO CASAMENTOS NAMORO APARECIDA EDUCAÇÃO MOVIMENTOS PASTCRIANÇA ANCHIETA CIMI CIÊNCIA CORRUPÇÃO ESPORTE POESIAS Rio+20 SALVADOR SANTAMARIA TURISMO VATICANOII APOSENTADOS CRIANÇAS EVANGELIZAÇÃO FINADOS INFANTIL IRMÃDULCE PALOTINOS ADVOCACIA AGRICULTURA CARNAVAL PORTOALEGRE PSICOLOGIA TEATRO AMAZONAS BENFEITORES BRASÍLIA COMEMORAÇÕES CRÔNICAS DEMOCRACIA DIREITOS DOCUMENTÁRIO FOCOLARES FORTALEZA MEIOAMBIENTE MUTICOM PARANAGUÁ POBREZA PUBLICIDADE QUARESMA SEXUALIDADE XAVERIANOS ÁFRICA ÁGUAS ANÔNIMOS APUCARANA CAMPINAS COMUNICADOS CONFISSÃO CristoRedentor CÁRITAS DEFICIENTES DEPRESSÃO FLORIANÓPOLIS FOTODIGITAL INGLATERRA OpusDei PARAGUAI SANTOANTÔNIO SANTUÁRIOS TERRORISMO ANIVERSÁRIO APARIÇÕES ARGENTINA CEBs CIDADANIA CLARETIANOS IDOSOS ISLAMISMO JERUSALÉM JOÃOPAULOII JUSTIÇA LITERATURA MANAUS PARANÁ PARÓQUIAS PAULINAS PENSAMENTOS REDEVIDA RESSURREIÇÃO SOLIDARIEDADE UMUARAMA UNIDADE  NOTÍCIAS ADOÇÃO ATEÍSMO AUTOESTIMA BAIXOCLERO CANTORES CATEQUESE COOPERATIVISMO CORPUSCHRISTI CÉLULAS DOCUMENTOS DOUTRINASOCIAL ESCÂNDALO ESTATÍSTICA FILOSOFIA GASTRONOMIA GotasBíblicas MARISTAS MEDITAÇÃO MESTERS MIGRANTES MOTIVAÇÃO MÉXICO NSGUADALUPE PECADO PEDOFILIA PadreChrystian RELIGIOSOS RENOVAÇÃO SUDÁRIO SãoFreiGalvão TABAGISMO TERRASANTA VIOLÊNCIA BEATIFICAÇÃO ACONSELHAMENTO ADORAÇÃO ANTICRISTO APAEs APOSTAS APOSTASIA ARMÊNIA AUTOCURA AVAAZ BATIZADOS BEAGÁ BIOGRAFIAS CHILE CHINA CIRCO COLÔMBIA CONSAGRAÇÃO CONVERSÃO CÍRCULOS DEBATE DEMOGRAFIA EMPRESAS ESPANHA EUROPA EVANGELISMO Especial FOZDOIGUAÇU FREIBETTO FREIDAMIÃO FRUTAS FÁTIMA GOIÂNIA GREVE GruposBíblicos HOMENAGENS IDEIAS IMPEACHMENT JESUITAS JOINVILLE LITURGIA LOURDES MARANHÃO MATOGROSSO MISERICÓRDIA MSM NÔMADES OAnônimo ONGs P.CARCERÁRIA PADROEIRA PATERNIDADE PAULOFREIRE PERFIL PERNAMBUCO PETRÓPOLIS PHN PIAUÍ POLIGAMIA PORNOGRAFIA PPI PROFISSÕES PROMESSAS PROSPERIDADE Pe.FÁBIOdeMELO Pe.PauloRicardo Prof.MARINS REDEGLOBO RELÍQUIAS RONDÔNIA RUSSIA SACRILÉGIO SANTACATARINA SANTAMISSA SANTAPAULINA SANTOANDRÉ SEGURANÇA SOBRIEDADE SOROCABA SÍNODO Século21 TAUBATÉ TECNOLOGIA TERCEIROSETOR TURQUIA UNESCO VIDANIMAL ZUMBI

Tempos diferentes se aproximam, com a certeza de que “O Espírito renovará a face da terra” (Sl 103)



Dom Aloísio Roque Oppermann 

    Ninguém deve ocultar as raízes de sua existência. Não se pode esquecer sua própria história, nem seus percalços, e muito menos os fatos marcantes da infância e da adolescência. As férias “coletivas” do mês de janeiro proporcionam esse mergulho no passado, para cada um se conhecer melhor. Neste mês de janeiro/14 pude retornar às minhas origens, passando uns bons dias no meio do povo do interior do Rio Grande do Sul.

    Nesta região aludida vige o sempre próspero regime de pequena propriedade rural.  Nesta, a criação de “sua majestade o porco”, permitiu a quase todos uma boa casa, com água encanada, energia elétrica, e automóvel à disposição. (O cavalo desapareceu do horizonte).

    Isso traz como resultante um ser humano muito criativo, independente e de fortes convicções. A prosperidade - com razoáveis exceções - é bastante comum. Parece que o ideal do Papa Leão XIII (Rerum Novarum), de cada família possuir o seu pedaço de terra, se concretizou plenamente.

    Mas no horizonte surgem novas ideias. O fundamento da prosperidade se deslocou mais para frente. A base da riqueza, conforme nos ensina o próprio Papa João Paulo II, agora está se tornando o conhecimento, o estudo. Não mais só a terra. No município de Nova Candelária, onde o ideal de pequena propriedade alcançou pleno êxito, foi feita uma pesquisa entre os colonos, e se chegou à conclusão de que em 83% das propriedades, não há sucessor para tocar a lavoura. Os filhos desses agricultores, que tem a vida rural no sangue, foram todos estudar, e ninguém mais quer voltar à roça. Todos querem entrar na vida urbana, que evita o ardor do sol, e contorna as secas e as enchentes. Além de proporcionar as vantagens da vida moderna...

    Tudo vai mudar. Inclusive a beleza da vida religiosa. Outrora essa região era um celeiro de vocações sacerdotais. Hoje vários Bispos venderam o Seminário, por não haver facilidade de encontrar vocacionados. É que os pais hoje tem um, no máximo dois filhos. E a disposição de entregar um filho para o serviço da comunidade, se torna muito difícil. Não que não exista mais espírito religioso, e de fé.

    As circunstâncias tornaram a entrega de um vocacionado para o sacerdócio, ou de uma filha para a vida Religiosa, simplesmente proibitiva. Mas como a graça divina encontra sempre novas soluções, o que diz o salmista é verdade perene: “O Espírito renovará a face da terra” (Sl  103).

Dom Aloísio Roque Oppermann 
Arcebispo Emérito de Uberaba (MG)

0 comentários:

SUPLEMENTO

Edição 47