LEIA A BÍBLIA

ORATÓRIO

ORATÓRIO
Acenda uma vela

SIGA-NOS

twitter

MARCADORES

RIODEJANEIRO SANTOS NOTÍCIAS VATICANO ARTIGOS LONDRINA VICENTINOS FAMÍLIA JMJ MEMÓRIA BEATIFICAÇÃO HOMILIAS ECUMENISMO Formação POLÍTICA SAÚDE MÚSICOS CNBB ECONOMIA Pe.REGINALDO CINEMA CAMPANHAS EUA ESPIRITUALIDADE MINASGERAIS PASTORAIS SÃOPAULO ABORTO CANÇÃONOVA LIVROS ORAÇÕES CURITIBA JUVENTUDE MARINGÁ MISSÕES POLÍCIA PORTUGAL EXORCISMO COMUNICAÇÃO MULHER Testemunho Entrevista INTERNACIONAL JUNDIAÍ VOCAÇÕES MUDABRASIL FUTEBOL MENSAGENS Pe.ZEZINHO UNIVERSITÁRIOS DireitosHumanos EUCARISTIA APOLOGÉTICA DENÚNCIA TEOLOGIA HUMOR INTERNET MILAGRES BÍBLIA ECOLOGIA CANONIZAÇÃO NAMORO APARECIDA CASAMENTOS CORRUPÇÃO EDUCAÇÃO MOVIMENTOS PASTCRIANÇA ANCHIETA CIMI CIÊNCIA ESPORTE POESIAS Rio+20 SALVADOR SANTAMARIA TURISMO VATICANOII APOSENTADOS CRIANÇAS EVANGELIZAÇÃO FINADOS INFANTIL IRMÃDULCE PALOTINOS ADVOCACIA AGRICULTURA CARNAVAL PORTOALEGRE PSICOLOGIA TEATRO AMAZONAS BENFEITORES BRASÍLIA COMEMORAÇÕES COMUNICADOS CRÔNICAS DEMOCRACIA DIREITOS DOCUMENTÁRIO FOCOLARES FORTALEZA MEIOAMBIENTE MUTICOM PARANAGUÁ POBREZA PUBLICIDADE QUARESMA SEXUALIDADE XAVERIANOS ÁFRICA ÁGUAS ANÔNIMOS APUCARANA CAMPINAS CEBs CONFISSÃO CristoRedentor CÁRITAS DEFICIENTES DEPRESSÃO FLORIANÓPOLIS FOTODIGITAL INGLATERRA OpusDei PARAGUAI SANTOANTÔNIO SANTUÁRIOS TERRORISMO ANIVERSÁRIO APARIÇÕES ARGENTINA CIDADANIA CLARETIANOS IDOSOS ISLAMISMO JERUSALÉM JOÃOPAULOII JUSTIÇA LITERATURA MANAUS PARANÁ PARÓQUIAS PAULINAS PENSAMENTOS REDEVIDA RESSURREIÇÃO SOLIDARIEDADE UMUARAMA UNIDADE  NOTÍCIAS ADOÇÃO ATEÍSMO AUTOESTIMA BAIXOCLERO CANTORES CATEQUESE COOPERATIVISMO CORPUSCHRISTI CÉLULAS DOCUMENTOS DOUTRINASOCIAL ESCÂNDALO ESTATÍSTICA FILOSOFIA GASTRONOMIA GotasBíblicas HOMENAGENS MARISTAS MEDITAÇÃO MESTERS MIGRANTES MOTIVAÇÃO MÉXICO NSGUADALUPE PECADO PEDOFILIA PadreChrystian RELIGIOSOS RENOVAÇÃO SUDÁRIO SãoFreiGalvão TABAGISMO TERRASANTA VIOLÊNCIA BEATIFICAÇÃO ACONSELHAMENTO ADORAÇÃO ANTICRISTO APAEs APOSTAS APOSTASIA ARMÊNIA AUTOCURA AVAAZ BATIZADOS BEAGÁ BIOGRAFIAS CHILE CHINA CIRCO COLÔMBIA CONSAGRAÇÃO CONVERSÃO CÍRCULOS DEBATE DEMOGRAFIA EMPRESAS ESPANHA EUROPA EVANGELISMO Especial FOZDOIGUAÇU FREIBETTO FREIDAMIÃO FRUTAS FÁTIMA GOIÂNIA GREVE GruposBíblicos IDEIAS IMPEACHMENT JESUITAS JOINVILLE LITURGIA LOURDES MARANHÃO MATOGROSSO MISERICÓRDIA MSM NÔMADES OAnônimo ONGs P.CARCERÁRIA PADROEIRA PATERNIDADE PAULOFREIRE PERFIL PERNAMBUCO PETRÓPOLIS PHN PIAUÍ POLIGAMIA PORNOGRAFIA PPI PROFISSÕES PROMESSAS PROSPERIDADE Pe.FÁBIOdeMELO Pe.PauloRicardo Prof.MARINS REDEGLOBO RELÍQUIAS RONDÔNIA RUSSIA SACRILÉGIO SANTACATARINA SANTAMISSA SANTAPAULINA SANTOANDRÉ SEGURANÇA SOBRIEDADE SOROCABA SÍNODO Século21 TAUBATÉ TECNOLOGIA TERCEIROSETOR TURQUIA UNESCO VIDANIMAL ZUMBI

200 mil pessoas pedem a beatificação da Dra. Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança


   
    Curitiba, Imprensa/CAP - Peregrinos e fiéis de diversas partes do Brasil participaram no sábado, dia 10 de janeiro, da cerimônia em homenagem à Dra. Zilda Arns Neumann, promovida pela Pastoral da Criança, na Arena da Baixada, do Clube Atlético Paranaense.
    Para a realização do evento, que faz parte da abertura do processo de beatificação de Zilda Arns, o estádio foi cedido gratuitamente, como parte do acordo com os Governos Estadual e Municipal.
    A cerimônia na Arena teve início por volta das 19h  e contou com a entrega oficial da moção, que solicita a abertura do processo de beatificação da Dra. Zilda Arns Neumann. A moção é um documento que reúne assinaturas, com o objetivo de demonstrar o apoio da população a uma causa ou proposta. "As moções de apoio são, na verdade, a manifestação espontânea do povo, que reconhece este legado evangelizador da Dra. Zilda", explicou a Irmã Veroni Medeiros, responsável pelo recebimento da moção de apoio ao pedido de abertura do processo de beatificação.



"Não se trata, apenas, de uma santa de altar a mais. A Dra. Zilda teve uma intuição fundamental de defesa de promoção da vida, desde o momento da sua concepção até o final", disse Dom Aldo Di Cillo Pagotto, presidente do Conselho Diretor da Pastoral da Criança e arcebispo da Paraíba. "Queremos chamar atenção que esta defesa da vida também tem este caráter sagrado", acrescentou.

O evento foi aberto pelos artistas Vera Holtz, Fernanda Machado e Luís Alberto Melo. Antes do início da missa, também passaram pelo palco, localizado no centro do gramado, nomes como Ideli Salvatti, Secretária Especial de Direitos Humanos do Brasil, e o prefeito Gustavo Fruet.

    "É a prova de que este espaço [Arena da Baixada] vai muito além do futebol", destacou o prefeito Gustavo Fruet. "Este evento dá uma grande dimensão à cidade de Curitiba, sede da Pastoral da Criança", completou.

    A missa contou com as presenças de Dom Geraldo Majella Agnelo, cardeal arcebispo emérito de Salvador (BA); Dom Raymundo Damasceno Assis, cardeal brasileiro arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil [CNBB]; e do Padre Reginaldo Manzotti, que conduziu os cantos.

    "Tive o privilégio de conhecer a Dra. Zilda ainda viva", afirmou o Padre Reginaldo Manzotti. "Era uma pessoa, como diz Dom Aldo, contagiante e santa. A santidade exala e agrega", complementou.

    Zilda Arns teve trabalho social importante e reconhecido em todo o país. Foi médica pediatra e sanitarista, fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança, fundadora e coordenadora nacional da Pastoral da Pessoa Idosa, representante titular do Conselho Nacional de Saúde e membro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social [CDES]. Morreu no dia 12 de janeiro de 2010, durante o terremoto que devastou o Haiti.

    "A Pastoral é uma das iniciativas mais brilhantes, necessárias e importantes para o povo em geral, pois é o povo que se envolve", ressaltou Flávio Arns, sobrinho de Zilda Arns e secretário de Assuntos Estratégicos do Governo do Estado do Paraná.

Caravanas 
    No total, 18.687 fiéis, de todo o país, estiveram na Arena da Baixada. No rosto de cada um deles, estampava-se admiração e reconhecimento pelo trabalho de Zilda Arns.

    "Várias caravanas chegaram na sexta-feira e sábado o dia inteiro, desde às 5h da manhã", contou a Irmã Vera Lúcia Altoé, Coordenadora Nacional da Pastoral da Criança.

    "Pessoalmente, não tive a oportunidade de conhecê-la. Mas sou profissional da saúde e não podia deixar de comparecer aqui, até mesmo porque a relação da Zilda Arns com a saúde sempre foi além do profissional", destacou Edilvana Stahlschmidt, de São José dos Pinhais, que compareceu à celebração.

    A homenagem a Dra. Zilda Arns abriu o calendário de eventos da Arena da Baixada em 2015 e demonstrou, mais uma vez, o potencial do estádio do Atlético Paranaense.

    "O evento teve o envolvimento de várias entidades, religiosas, governamentais e também a iniciativa privada. Temos nos preparado cada vez mais para eventos de massa, de qualquer natureza, em 2015", ressaltou o diretor de Operações da Arena da Baixada, Mauro Tostes.

Fotos: Gustavo Oliveira e Mauricio Mano/Site Oficial CAP

0 comentários:

SUPLEMENTO

Edição 47