LEIA A BÍBLIA

ORATÓRIO

ORATÓRIO
Acenda uma vela

SIGA-NOS

twitter

MARCADORES

RIODEJANEIRO SANTOS NOTÍCIAS VATICANO ARTIGOS LONDRINA VICENTINOS FAMÍLIA JMJ MEMÓRIA BEATIFICAÇÃO HOMILIAS ECUMENISMO Formação POLÍTICA SAÚDE MÚSICOS CNBB ECONOMIA Pe.REGINALDO CINEMA CAMPANHAS EUA ESPIRITUALIDADE MINASGERAIS PASTORAIS SÃOPAULO ABORTO CANÇÃONOVA LIVROS ORAÇÕES CURITIBA JUVENTUDE MARINGÁ MISSÕES POLÍCIA PORTUGAL EXORCISMO COMUNICAÇÃO MULHER Testemunho Entrevista INTERNACIONAL JUNDIAÍ VOCAÇÕES MUDABRASIL FUTEBOL MENSAGENS Pe.ZEZINHO UNIVERSITÁRIOS DireitosHumanos EUCARISTIA APOLOGÉTICA DENÚNCIA TEOLOGIA HUMOR INTERNET MILAGRES BÍBLIA ECOLOGIA CANONIZAÇÃO NAMORO APARECIDA CASAMENTOS CORRUPÇÃO EDUCAÇÃO MOVIMENTOS PASTCRIANÇA ANCHIETA CIMI CIÊNCIA ESPORTE POESIAS Rio+20 SALVADOR SANTAMARIA TURISMO VATICANOII APOSENTADOS CRIANÇAS EVANGELIZAÇÃO FINADOS INFANTIL IRMÃDULCE PALOTINOS ADVOCACIA AGRICULTURA CARNAVAL PORTOALEGRE PSICOLOGIA TEATRO AMAZONAS BENFEITORES BRASÍLIA COMEMORAÇÕES COMUNICADOS CRÔNICAS DEMOCRACIA DIREITOS DOCUMENTÁRIO FOCOLARES FORTALEZA MEIOAMBIENTE MUTICOM PARANAGUÁ POBREZA PUBLICIDADE QUARESMA SEXUALIDADE XAVERIANOS ÁFRICA ÁGUAS ANÔNIMOS APUCARANA CAMPINAS CEBs CONFISSÃO CristoRedentor CÁRITAS DEFICIENTES DEPRESSÃO FLORIANÓPOLIS FOTODIGITAL INGLATERRA OpusDei PARAGUAI SANTOANTÔNIO SANTUÁRIOS TERRORISMO ANIVERSÁRIO APARIÇÕES ARGENTINA CIDADANIA CLARETIANOS IDOSOS ISLAMISMO JERUSALÉM JOÃOPAULOII JUSTIÇA LITERATURA MANAUS PARANÁ PARÓQUIAS PAULINAS PENSAMENTOS REDEVIDA RESSURREIÇÃO SOLIDARIEDADE UMUARAMA UNIDADE  NOTÍCIAS ADOÇÃO ATEÍSMO AUTOESTIMA BAIXOCLERO CANTORES CATEQUESE COOPERATIVISMO CORPUSCHRISTI CÉLULAS DOCUMENTOS DOUTRINASOCIAL ESCÂNDALO ESTATÍSTICA Especial FILOSOFIA GASTRONOMIA GotasBíblicas HOMENAGENS MARISTAS MEDITAÇÃO MESTERS MIGRANTES MOTIVAÇÃO MÉXICO NSGUADALUPE PECADO PEDOFILIA PadreChrystian RELIGIOSOS RENOVAÇÃO SUDÁRIO SãoFreiGalvão TABAGISMO TERRASANTA VIOLÊNCIA BEATIFICAÇÃO ACONSELHAMENTO ADORAÇÃO ANTICRISTO APAEs APOSTAS APOSTASIA ARMÊNIA AUTOCURA AVAAZ BATIZADOS BEAGÁ BIOGRAFIAS CHILE CHINA CIRCO COLÔMBIA CONSAGRAÇÃO CONVERSÃO CÍRCULOS DEBATE DEMOGRAFIA EMPRESAS ESPANHA EUROPA EVANGELISMO FOZDOIGUAÇU FREIBETTO FREIDAMIÃO FRUTAS FÁTIMA GOIÂNIA GREVE GruposBíblicos IDEIAS IMPEACHMENT JESUITAS JOINVILLE LITURGIA LOURDES MARANHÃO MATOGROSSO MISERICÓRDIA MSM NÔMADES OAnônimo ONGs P.CARCERÁRIA PADROEIRA PATERNIDADE PAULOFREIRE PERFIL PERNAMBUCO PETRÓPOLIS PHN PIAUÍ POLIGAMIA PORNOGRAFIA PPI PROFISSÕES PROMESSAS PROSPERIDADE Pe.FÁBIOdeMELO Pe.PauloRicardo Prof.MARINS REDEGLOBO RELÍQUIAS RONDÔNIA RUSSIA SACRILÉGIO SANTACATARINA SANTAMISSA SANTAPAULINA SANTOANDRÉ SEGURANÇA SOBRIEDADE SOROCABA SÍNODO Século21 TAUBATÉ TECNOLOGIA TERCEIROSETOR TURQUIA UNESCO VIDANIMAL ZUMBI

Fundo Arquidiocesano de Solidariedade, o gesto concreto da Campanha da Fraternidade


Por Cônego Manuel Manangão/ArqRio
    Neste domingo, em que celebramos o Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor, tendo vivido o denso Tempo da Quaresma, que é sempre um convite à conversão pessoal e comunitário, pomos o nosso o nosso olhar e coração em Jesus Cristo. E, assim, visamos a transformação das estruturas sociais à luz da mensagem do Evangelho geradora de Justiça, Amor e Paz. Neste ano a Campanha da Fraternidade nos apresentou o tema FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE e como lema “Eu vim para servir! (Mc10,14)”.

    Não podemos deixar que a cultura do bem-estar, como nos lembra o Papa Francisco, nos leve a pensar só em nós mesmos, tornando-nos insensíveis aos gritos dos outros e fazendo-nos viver como se fôssemos bolhas de sabão, que são bonitas, mas não são nada, são pura ilusão do fútil, do provisório. Esta cultura do bem-estar leva à indiferença a respeito dos outros; antes, leva à globalização da indiferença. Neste mundo da globalização, caímos na globalização da indiferença. Habituamo-nos ao sofrimento do outro, não nos diz respeito, não nos interessa, não é responsabilidade nossa”!

    A Campanha da Fraternidade com o seu lema lema: ‘eu vim para servir’, certamente, ajuda nos a compreender ainda mais a nossa missão: Testemunhar aos outros com nossa vida o Amor de Deus e nos tornarmo-nos sinais de Esperança diante de tantos desafios encontrados. A partir da conversão de nosso coração e participando da transformação das estruturas de nossa sociedade, vamos anunciando uma nova terra em que a Paz, a justiça, a solidariedade, o bem comum e o Amor se façam presentes. Uma boa semana para todos, que o Exercício da Caridade fortaleça nossa Esperança e faça resplandecer o rosto da humanidade.

    Acolher a Palavra do Evangelho em nosso coração, em nossa vida; aceitar a proposta de vida em abundância que o Senhor Jesus nos apresenta; deixar que a Ressurreição do Senhor penetre e ilumine toda a nossa vida é a consequência natural da vivência da quaresma. Viver a quaresma é acolher, com gestos concretos, que Deus é o Senhor de toda a nossa vida.

    A Campanha da Fraternidade a cada ano tem seu ponto forte no Domingo de Ramos com a realização do gesto concreto de partilha e de solidariedade: A coleta, realizada nas Missas deste Domingo de Ramos e da Paixão.

    Este gesto nasce dentro do espírito da Quaresma como sinal da solidariedade fraterna. Todos nas comunidades eclesiais são convidados a participar deste gesto de solidariedade que será revertido em favor das ações concretas em defesa da vida. Assim, o gesto fraterno da oferta é revestido do caráter de conversão quaresmal.

    Neste ano, os recursos do Fundo de Solidariedade Arquidiocesano serão destinados a ajudar na formação, capacitação de pessoas que possam acompanhar nas comunidades os grupos que estão atentos aos problemas denunciados na temática da Campanha da Fraternidade com vistas a prevenção e denuncia de tudo que desfaz a beleza do ser humano criado a imagem e semelhança de Deus.

    Vivenciando o espírito de fraternidade, generosidade e partilha participemos com alegria aderindo de coração ao gesto concreto desta Campanha da Fraternidade: a coleta realizada neste Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor.



Cônego Manuel Manangão
Vigário Episcopal para a Caridade Social da Arquidiocese do Rio de Janeiro

0 comentários:

SUPLEMENTO

Edição 47