LEIA A BÍBLIA

ORATÓRIO

ORATÓRIO
Acenda uma vela

SIGA-NOS

twitter

MARCADORES

RIODEJANEIRO SANTOS NOTÍCIAS VATICANO ARTIGOS LONDRINA VICENTINOS FAMÍLIA JMJ MEMÓRIA BEATIFICAÇÃO HOMILIAS ECUMENISMO Formação POLÍTICA SAÚDE MÚSICOS CNBB ECONOMIA Pe.REGINALDO CINEMA CAMPANHAS EUA ESPIRITUALIDADE MINASGERAIS PASTORAIS SÃOPAULO ABORTO CANÇÃONOVA LIVROS ORAÇÕES CURITIBA JUVENTUDE MARINGÁ MISSÕES POLÍCIA EXORCISMO PORTUGAL COMUNICAÇÃO MULHER Testemunho Entrevista INTERNACIONAL JUNDIAÍ VOCAÇÕES MUDABRASIL FUTEBOL MENSAGENS Pe.ZEZINHO UNIVERSITÁRIOS DireitosHumanos EUCARISTIA APOLOGÉTICA DENÚNCIA TEOLOGIA HUMOR INTERNET MILAGRES BÍBLIA ECOLOGIA CANONIZAÇÃO CASAMENTOS NAMORO APARECIDA EDUCAÇÃO MOVIMENTOS PASTCRIANÇA ANCHIETA CIMI CIÊNCIA CORRUPÇÃO ESPORTE Rio+20 SALVADOR SANTAMARIA TURISMO VATICANOII APOSENTADOS CRIANÇAS FINADOS INFANTIL IRMÃDULCE PALOTINOS POESIAS ADVOCACIA AGRICULTURA CARNAVAL EVANGELIZAÇÃO PORTOALEGRE PSICOLOGIA TEATRO AMAZONAS BENFEITORES BRASÍLIA COMEMORAÇÕES CRÔNICAS DEMOCRACIA DIREITOS DOCUMENTÁRIO FOCOLARES FORTALEZA MEIOAMBIENTE MUTICOM PARANAGUÁ PUBLICIDADE QUARESMA SEXUALIDADE XAVERIANOS ÁFRICA ÁGUAS ANÔNIMOS APUCARANA CAMPINAS COMUNICADOS CONFISSÃO CristoRedentor CÁRITAS DEFICIENTES DEPRESSÃO FLORIANÓPOLIS FOTODIGITAL INGLATERRA OpusDei PARAGUAI POBREZA SANTOANTÔNIO TERRORISMO ANIVERSÁRIO APARIÇÕES ARGENTINA CEBs CIDADANIA CLARETIANOS IDOSOS ISLAMISMO JERUSALÉM JOÃOPAULOII JUSTIÇA LITERATURA MANAUS PARANÁ PARÓQUIAS PAULINAS PENSAMENTOS REDEVIDA RESSURREIÇÃO SANTUÁRIOS SOLIDARIEDADE UMUARAMA  NOTÍCIAS ADOÇÃO ATEÍSMO AUTOESTIMA BAIXOCLERO CANTORES CATEQUESE COOPERATIVISMO CORPUSCHRISTI CÉLULAS DOCUMENTOS DOUTRINASOCIAL ESCÂNDALO ESTATÍSTICA FILOSOFIA GASTRONOMIA GotasBíblicas MARISTAS MEDITAÇÃO MESTERS MIGRANTES MOTIVAÇÃO MÉXICO NSGUADALUPE PECADO PEDOFILIA PadreChrystian RELIGIOSOS RENOVAÇÃO SUDÁRIO SãoFreiGalvão TABAGISMO TERRASANTA UNIDADE VIOLÊNCIA BEATIFICAÇÃO ACONSELHAMENTO ADORAÇÃO ANTICRISTO APAEs APOSTAS APOSTASIA ARMÊNIA AUTOCURA AVAAZ BATIZADOS BEAGÁ BIOGRAFIAS CHILE CHINA CIRCO CONSAGRAÇÃO CONVERSÃO CÍRCULOS DEBATE DEMOGRAFIA EMPRESAS ESPANHA EUROPA EVANGELISMO Especial FOZDOIGUAÇU FREIBETTO FREIDAMIÃO FRUTAS FÁTIMA GOIÂNIA GREVE GruposBíblicos HOMENAGENS IDEIAS IMPEACHMENT JESUITAS JOINVILLE LITURGIA LOURDES MARANHÃO MATOGROSSO MISERICÓRDIA MSM NÔMADES OAnônimo ONGs P.CARCERÁRIA PADROEIRA PATERNIDADE PAULOFREIRE PERFIL PERNAMBUCO PETRÓPOLIS PHN PIAUÍ POLIGAMIA PORNOGRAFIA PPI PROFISSÕES PROMESSAS PROSPERIDADE Pe.FÁBIOdeMELO Pe.PauloRicardo Prof.MARINS REDEGLOBO RELÍQUIAS RONDÔNIA RUSSIA SACRILÉGIO SANTACATARINA SANTAMISSA SANTAPAULINA SANTOANDRÉ SEGURANÇA SOBRIEDADE SOROCABA SÍNODO Século21 TAUBATÉ TECNOLOGIA TERCEIROSETOR TURQUIA UNESCO VIDANIMAL ZUMBI

A religião afeta seriamente a saúde? Relação entre religião, saúde mental e realização pessoal


    Cidade do Vaticano, Aleteia.org - Dois estudos, recentemente publicados, abalam o sistema de valores que a pós-modernidade criou. Neles, os pesquisadores investigaram quais são os hábitos saudáveis para ter uma boa saúde mental e os elementos que levam as pessoas a realizar-se no trabalho. Surpresa! A vivência religiosa é um dos fatores de maior destaque, bem acima do dinheiro, voluntariado, estudo ou carreira profissional.


    Trata-se de estudos independentes desenvolvidos pela Escola de Negócios de Londres e um site dedicado à análise da remuneração dos trabalhadores. Os pesquisadores não esperavam por estes resultados – e por isso os estudos certamente não serão muito divulgados pela mídia; provavelmente serão silenciados.

Ir à missa é mais saudável que fazer exercício físico

    O culto ao corpo e o cuidado da saúde estão na moda. Somos bombardeados por propagandas de hábitos saudáveis: boa alimentação, exercício físico etc. No entanto, o estudo mostra que participar das atividades da Igreja pode ser inclusive mais saudável para a saúde mental que todas estas recomendações.

    The London School of Economics and Politica Science mostra o acompanhamento realizado durante 4 anos a 9.000 europeus com mais de 50 anos de idade, e a grande surpresa é que a única atividade associada a uma felicidade duradoura está relacionada à assistência regular à igreja, à sinagoga ou à mesquita.

    O epidemiólogo Mauricio Avendaño explica: "A Igreja parece desempenhar um papel social muito importante para afastar a depressão e também como um mecanismo de sobrevivência durante os períodos de doença na idade adulta".

    O especialista chegou a se questionar se o que estava em jogo era mesmo a religião ou simplesmente o sentimento de pertença a algo, mas os dados do estudo evidenciam que o pertencimento a instituições comunitárias ou políticas só proporciona benefícios a curto prazo em termos de saúde mental – e, de fato, parecem desencadear sintomas depressivos a longo prazo.

    "Os participantes têm um maior sentimento de recompensa quando se unem pela primeira vez a uma organização, mas, quando se trata de um grande esforço e não recebem nada em troca, os benefícios podem desaparecer depois de um tempo", esclarece Avendaño.

Se você quer ser feliz, vire padre
    Um novo estudo, desta vez realizado por PayScale, especializada na análise da remuneração dos trabalhadores, mostra que a "profissão" na qual as pessoas são mais felizes é... o sacerdócio. Os padres são as pessoas mais realizadas profissionalmente.

    Cerca de 98% dos sacerdotes acompanhados durante o estudo mostraram que seu emprego é significativo para eles – seguidos por 96% das pessoas dedicadas à educação ou a questões relacionadas à atividade religiosa.

    O ranking analisou 454 profissões, levando em consideração inclusive o salário e a percepção de que o próprio trabalho faz do mundo um lugar melhor para se viver. O salário médio dos padres e pessoas dedicadas à atividade religiosa é baixo, o que surpreende ao conhecer a grande satisfação profissional que esta atividade traz.

Para saber mais sobre os estudos, clique aqui:
e aqui: 

0 comentários:

SUPLEMENTO

Edição 47