LEIA A BÍBLIA

ORATÓRIO

ORATÓRIO
Acenda uma vela

SIGA-NOS

twitter

MARCADORES

RIODEJANEIRO SANTOS NOTÍCIAS VATICANO ARTIGOS LONDRINA VICENTINOS FAMÍLIA JMJ MEMÓRIA BEATIFICAÇÃO HOMILIAS ECUMENISMO Formação POLÍTICA SAÚDE MÚSICOS CNBB ECONOMIA Pe.REGINALDO CINEMA CAMPANHAS EUA ESPIRITUALIDADE MINASGERAIS PASTORAIS SÃOPAULO ABORTO CANÇÃONOVA LIVROS ORAÇÕES CURITIBA JUVENTUDE MARINGÁ MISSÕES POLÍCIA PORTUGAL EXORCISMO COMUNICAÇÃO MULHER Testemunho Entrevista INTERNACIONAL JUNDIAÍ VOCAÇÕES MUDABRASIL FUTEBOL MENSAGENS Pe.ZEZINHO UNIVERSITÁRIOS DireitosHumanos EUCARISTIA APOLOGÉTICA DENÚNCIA TEOLOGIA HUMOR INTERNET MILAGRES BÍBLIA ECOLOGIA CANONIZAÇÃO CASAMENTOS NAMORO APARECIDA EDUCAÇÃO MOVIMENTOS PASTCRIANÇA ANCHIETA CIMI CIÊNCIA CORRUPÇÃO ESPORTE POESIAS Rio+20 SALVADOR SANTAMARIA TURISMO VATICANOII APOSENTADOS CRIANÇAS EVANGELIZAÇÃO FINADOS INFANTIL IRMÃDULCE PALOTINOS ADVOCACIA AGRICULTURA CARNAVAL PORTOALEGRE PSICOLOGIA TEATRO AMAZONAS BENFEITORES BRASÍLIA COMEMORAÇÕES CRÔNICAS DEMOCRACIA DIREITOS DOCUMENTÁRIO FOCOLARES FORTALEZA MEIOAMBIENTE MUTICOM PARANAGUÁ PUBLICIDADE QUARESMA SEXUALIDADE XAVERIANOS ÁFRICA ÁGUAS ANÔNIMOS APUCARANA CAMPINAS COMUNICADOS CONFISSÃO CristoRedentor CÁRITAS DEFICIENTES DEPRESSÃO FLORIANÓPOLIS FOTODIGITAL INGLATERRA OpusDei PARAGUAI POBREZA SANTOANTÔNIO TERRORISMO ANIVERSÁRIO APARIÇÕES ARGENTINA CEBs CIDADANIA CLARETIANOS IDOSOS ISLAMISMO JERUSALÉM JOÃOPAULOII JUSTIÇA LITERATURA MANAUS PARANÁ PARÓQUIAS PAULINAS PENSAMENTOS REDEVIDA RESSURREIÇÃO SANTUÁRIOS SOLIDARIEDADE UMUARAMA  NOTÍCIAS ADOÇÃO ATEÍSMO AUTOESTIMA BAIXOCLERO CANTORES CATEQUESE COOPERATIVISMO CORPUSCHRISTI CÉLULAS DOCUMENTOS DOUTRINASOCIAL ESCÂNDALO ESTATÍSTICA FILOSOFIA GASTRONOMIA GotasBíblicas MARISTAS MEDITAÇÃO MESTERS MIGRANTES MOTIVAÇÃO MÉXICO NSGUADALUPE PECADO PEDOFILIA PadreChrystian RELIGIOSOS RENOVAÇÃO SUDÁRIO SãoFreiGalvão TABAGISMO TERRASANTA UNIDADE VIOLÊNCIA BEATIFICAÇÃO ACONSELHAMENTO ADORAÇÃO ANTICRISTO APAEs APOSTAS APOSTASIA ARMÊNIA AUTOCURA AVAAZ BATIZADOS BEAGÁ BIOGRAFIAS CHILE CHINA CIRCO COLÔMBIA CONSAGRAÇÃO CONVERSÃO CÍRCULOS DEBATE DEMOGRAFIA EMPRESAS ESPANHA EUROPA EVANGELISMO Especial FOZDOIGUAÇU FREIBETTO FREIDAMIÃO FRUTAS FÁTIMA GOIÂNIA GREVE GruposBíblicos HOMENAGENS IDEIAS IMPEACHMENT JESUITAS JOINVILLE LITURGIA LOURDES MARANHÃO MATOGROSSO MISERICÓRDIA MSM NÔMADES OAnônimo ONGs P.CARCERÁRIA PADROEIRA PATERNIDADE PAULOFREIRE PERFIL PERNAMBUCO PETRÓPOLIS PHN PIAUÍ POLIGAMIA PORNOGRAFIA PPI PROFISSÕES PROMESSAS PROSPERIDADE Pe.FÁBIOdeMELO Pe.PauloRicardo Prof.MARINS REDEGLOBO RELÍQUIAS RONDÔNIA RUSSIA SACRILÉGIO SANTACATARINA SANTAMISSA SANTAPAULINA SANTOANDRÉ SEGURANÇA SOBRIEDADE SOROCABA SÍNODO Século21 TAUBATÉ TECNOLOGIA TERCEIROSETOR TURQUIA UNESCO VIDANIMAL ZUMBI

Abra a porta do coração à Palavra de Deus para que o mal não prevaleça



Foto:  ANSA, Giuseppe Lami  

Francisco recorda o compromisso feito no Ano Novo: "Vence a indiferença e conquista a paz" e convida novamente a ler uma passagem do Evangelho todos os dias 

    Cidade do Vaticano, Zenit.org - O Santo Padre Francisco rezou a oração do Angelus neste primeiro domingo de 2016, da janela de seu escritório no Palácio Apostólico, diante da Praça de São Pedro repleta de fiéis e peregrinos que o receberam com muitos aplausos. O Papa pronunciou as seguintes palavras:

Queridos irmãos e irmãs, bom domingo!

    A liturgia de hoje, segundo domingo depois do Natal, apresenta-nos o Prólogo do Evangelho de João, no qual se proclamou que "o Verbo - ou a Palavra criadora de Deus - se fez carne e habitou entre nós" (Jo 1,14). Essa Palavra, que habita no céu, na dimensão de Deus, veio ao mundo para que a escutássemos e pudéssemos conhecer e tocar com a mão o amor do Pai. O Verbo de Deus é seu próprio Filho unigênito, feito homem, cheio de amor e fidelidade (cf. Jo 1,14), é o próprio Jesus.

    O evangelista não esconde a dramaticidade da Encarnação do Filho de Deus, salientando que ao dom do amor de Deus se contrapõe a não aceitação dos homens. [O Verbo] era a verdadeira luz que, vindo ao mundo, ilumina todo homem. Estava no mundo e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o reconheceu. Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam. (cf. vv. 9-10). Eles fecharam a porta ao Filho de Deus. É o mistério do mal que ameaça também as nossas vidas e que exige a nossa vigilância e atenção para que não prevaleça. O livro de Gênesis diz uma frase que nos faz entender isso: diz que o mal "jaz à porta" (ver 4.7). Ai de nós se o deixarmos entrar; seria ele que fecharia a nossa porta a qualquer pessoa. Em vez disso, somos chamados a abrir a porta do nosso coração à Palavra de Deus, a Jesus, para nos tornarmos seus filhos.

    No Dia de Natal já foi proclamado este solene início do Evangelho de João; hoje nos é proposto mais uma vez. É o convite da Santa Mãe Igreja para acolher esta Palavra de salvação, este mistério de luz. Se a acolhermos, se acolhermos Jesus, cresceremos no conhecimento e no amor do Senhor, aprenderemos a ser misericordiosos como Ele. Especialmente neste Ano Santo da Misericórdia, façamos com que o Evangelho se torne cada vez mais carne também em nossas vidas. Aproximar-se do Evangelho, medita-lo, encarna-lo na vida cotidiana é a melhor maneira de conhecer Jesus e levá-lo aos outros. Esta é a vocação e a alegria de todo batizado: mostrar e dar Jesus aos outros; mas para isso devemos conhece-lo e tê-lo dentro de nós, como Senhor de nossas vidas. E Ele nos protege do mal, do diabo, que está sempre agachado à nossa porta, em frente ao nosso coração e quer entrar.

    Com uma explosão renovada de abandono filial, nos confiamos mais uma vez a Maria: a sua doce imagem de mãe de Jesus e mãe nossa, a contemplamos nestes dias no presépio.

Depois do Angelus
Queridos irmãos e irmãs,

    Dirijo uma cordial saudação a vocês, fiéis de Roma e peregrinos que vieram da Itália e de outros países. Saúdo as famílias, associações, vários grupos paroquiais, em particular a de Monzambano, os crismandos de Bonate Sotto e os jovens de Maleo.

    Neste primeiro domingo do ano renovo a todos os bons votos de paz e bem no Senhor. Nos momentos felizes e nos tristes, vamos confiar nEle que é a nossa misericórdia e a nossa esperança! Recordo também o compromisso que fizemos no Ano Novo, Dia da Paz: "Vence a indiferença e conquista a paz"; com a graça de Deus, poderemos colocá-lo em prática. Recordo também o conselho que dei muitas vezes: diariamente ler uma passagem do Evangelho, uma passagem do Evangelho, para conhecer melhor Jesus, para escancarar os nossos corações para Jesus e assim torná-lo mais conhecido aos outros. Levar um pequeno Evangelho no bolso, na bolsa: nos fará bem. Não se esqueça: todos os dias ler uma passagem do Evangelho.

    Desejo-lhes um bom domingo e bom almoço. E, por favor, por favor, não se esqueçam de rezar por mim. Até logo.

0 comentários:

SUPLEMENTO

Edição 47